5 dicas para evitar gases vaginais

Do lubrificante ao Pompoarismo

Os gases vaginais durante a relação sexual são algo muito comum. O que acontece é que se introduz um pouco de ar na vagina e isso faz com que você ouça esses ruídos desagradáveis, semelhantes a uma flatulência.

Muitas mulheres sentem-se desconfortáveis ou envergonhadas, pois temem que os casais pensem que se trata de ar que sai e não algo provocado por fator externo.

Graças à Deus, existem fatores que ajudam a reduzir este tipo de gases.

1.  Mudança de posições durante o sexo

Se você já percebeu quais posições que fazem mais barulho vaginal, altere-as! Você pode tentar muitas outras e eliminar os incômodos gases. Note: a posição de quatro é a menos recomendada, pois permite muita entrada de ar.

2. Fortalece a sua área pélvica

Os exercícios de pompoarismo, são ótimos para evitar flatulência durante o sexo. Pratique contrair sua vagina o mais possível, várias vezes ao dia, assim você vai ajudar o músculo.

3. Peça para seu parceiro fazer mais devagar

Os gases vaginais aparecem quando o homem entra e sai muito rápido de seu corpo, já que é como se estivesse bombeando ar constantemente. Para evitar que apareçam ruídos, indique para ele que não faça os movimentos tão seguidos ou bruscos.

4.Use seus dedinhos

Insira um de seus dedos durante a penetração, especialmente quando estiver em uma posição em que as suas pernas estejam muito separadas. Também tente apertar a vagina e a todo o tempo durante o ato sexual, colocando em prática o item 2 citado anteriormente.

5. Use o lubrificante

Diminua o Efeito Bomba de Bicibleta
Diminua o Efeito Bomba de Bicibleta

O lubrificante vai ajudar com que o membro do seu parceiro não saia completamente de dentro de você e reduz o efeito de “bomba de bicicleta”.

Coloque em prática essas dicas para diminuir os gases vaginais. Se não for assim, não se preocupe. Isso acontece com muitas mulheres, na verdade, em todas, em algum momento da vida. O melhor é ter uma comunicação aberta com o seu parceiro, para que não se sinta mal, caso ocorra outra vez.